top of page
  • Wiliam e o Mundo

CCBB Brasília recebe Festival Cultural Europeu com programação diversa para todas as idades

Evento, com entrada gratuita, reúne música, dança, mostra de cinema, gastronomia e atrações infantis


"Os Peppercorns" e o Tesouro das profundezas do mar(2020) / divulgação

O Festival Cultural Europeu inicia em 10 de maio, com Mostra de Cinema Europeu, que vai até 14 de maio, no CCBB Brasília. No dia 13 de maio, o evento será de um dia inteiro de programação, com: teatro e contação de história para crianças; cinema com filmes europeus premiados e inéditos no Brasil; apresentações de música e dança; e estandes das embaixadas, dos institutos culturais e de gastronomia típica dos países da União Europeia.


O Festival Cultural Europeu faz parte da programação da 19ª Semana da Europa – um conjunto de atividades realizadas em comemoração ao Dia da Europa (9 de maio). O objetivo da semana é promover a aproximação e o diálogo cultural entre o Brasil e o continente europeu, por meio da troca de experiências. A realização é da EUNIC Brasília (Associação dos Institutos Culturais e Embaixadas de países membros da União Europeia) e da Delegação da União Europeia no Brasil.


A Delegação da União Europeia no Brasil e as Embaixadas da Alemanha, Bélgica, Eslovênia, Espanha, França, Irlanda, Itália, Países Baixos, Polônia, Portugal e Suécia, estarão presentes no evento. Da mesma maneira, participam os institutos culturais: Aliança Francesa de Brasília, Camões – Centro Cultural Português em Brasília, Goethe-Zentrum Brasília e Instituto Cervantes.



Atrações musicais

Guitarrista esloveno PrimožŠukič / divulgação

As atrações musicais do festival se apresentam, no dia 13/05, das 12h às 17h30. Artistas de oito países europeus, entre eles, a cantora alemã Lara Kadocsa, que, acompanhada do violonista Harald Kügler, apresentarão repertório em alemão, inglês, espanhol e francês, além de interpretações, em língua portuguesa, de canções de renomados artistas brasileiros como Tom Jobim, Chico César, Marisa Monte, Rodrigo Amarante e Asa de Águia. O Grupo Folclórico Wisla, um dos maiores representantes culturais poloneses do mundo, fundado em 1928, e com 170 integrantes, também se apresentará.


O grupo Mandalum, com seus músicos de quatro nacionalidades diferentes: Alemanha, Bélgica, Eslovênia e França, apresenta o Concerto dos Oceanos, com participação especial do coral da escola Lycée Français François Mitterrand, localizada em Brasília. O músico e compositor português Valter Lobo, que tem conquistado um número crescente de ouvintes e seguidores em Portugal e no Brasil, também será uma das atrações. Seu primeiro disco, “Mediterrâneo” (2016) começa a ser cultuado na cena independente de Portugal. Com seu segundo disco “Primeira parte de um assalto” (2022), Valter Lobo apresenta canções que retratam de forma romanceada a visão que o autor tem do mundo, temperada por uma certa melancolia.


Depois de se tornar a grande descoberta da última edição do BenidormFest, a artista e compositora Karmento traz um pouco da Espanha ao Brasil, com o repertório de sua turnê “Alma, tierra y libertad”. Os presentes também poderão conferir uma amostra da cultura eslovena em um repertório de quatro canções do guitarrista PrimožŠukič.


Midsummer, um dos maiores eventos tradicionais da Suécia, será a atração final. É com ele que os suecos celebram o solstício de verão, marcando o fim do frio e da escuridão e abrindo caminho para a luz e dias mais alegres. Tradicionalmente, as pessoas se vestem de cores claras e alegres, colhem flores para fazer coroas e enfeitam o Majpole, um mastro erguido para ser o centro da cantoria e dança que animam a celebração.

Nos intervalos entre as atrações musicais, um DJ vai garantir a animação dos presentes.



Mostra de Cinema Europeu

Hilma / divulgação

Após dois anos ocorrendo de forma remota, a tradicional Mostra de Cinema Europeu retorna ao formato presencial com filmes recentes, inéditos no Brasil e premiados em diversos festivais europeus. A abertura do evento, no dia 10 de maio, conta com a exibição do filme sueco Hilma (2022), criado e dirigido pelo indicado ao Oscar Lasse Hallström, é uma história sobre uma busca inabalável pela verdade sobre a humanidade e o universo em uma época em que os homens ditavam todas as regras.


No dia 14 de maio, a Espanha fecha a mostra com o vencedor do Urso de Ouro – um dos maiores prêmios de cinema do mundo – Alcarrás (2022). Também serão exibidos o português Ice Merchants (2022), nomeado ao Oscar de melhor curta de animação, numa sessão que inclui também as curtas The Voyager e Nestor, de João Gonzalez; e o esloveno Jezdeca/Riders (2022), inédito no Brasil.

Alcarrás / divulgação

Também fazem parte da programação: Voando Adiante (2022), filme biográfico sobre o arquiteto austríaco Karl Schwanzer (1918-1975) mundialmente famoso pela sede da BMW que projetou em Munique; Ailo: a jornada de uma rena (2018), que conta a incrível odisseia de uma rena recém-nascida na Lapônia; e Uma Caminhada tão longa (2022), que acompanha caranguejos chineses que, tentando contornar obstáculos criados pelos humanos, invadem pequenas cidades ou bloqueiam os filtros de uma usina nuclear.

I Don't Wanna Dance / divulgação

Eu não quero dançar (2021) segue a trajetória de um aspirante a dançarino adolescente dividido entre sua destrutiva mãe e sua própria felicidade. O filme é baseado nas experiências da vida real do ator principal Yfendo van Praag. O infantil "Os Peppercorns" e o Tesouro das profundezas do mar(2020) mostra jovens detetives que precisam lidar com uma máfia internacional do lixo.


O catálogo completo inclui filmes de nove nacionalidades (Alemanha, Áustria, Bélgica, Eslovênia, Espanha, França, Países Baixos, Portugal e Suécia vão exibir produções). São sete longas longas-metragens e três curtas-metragens – entre eles, algumas produções voltadas ao público infantil, exibidas nos dias 13 e 14 de maio.

Jezdeca/Riders (2022) divulgação

Atrações para crianças

Os Buriti Teatro de Dança / divulgação

Além das exibições infantis da Mostra de Cinema Europeu, as crianças poderão conferir a contação de histórias do grupo Os Buriti Teatro de Dança. Voltada para crianças de todas as idades, a contação convida as crianças a participar de um encantador espetáculo de contação de histórias, música e bonecos, de forma lúdica e interativa.


As diferentes histórias da Suécia e de Portugal estimulam a participação do público de forma interativa e lúdica, ora vestindo figurinos das personagens, ora criando novas falas e ações abordando a temática das águas.

Os Garizitos/ divulgação

A programação também inclui apresentação da peça Os Garizitos, do projeto Teatro do SLU – Serviço de Limpeza Urbana – nas Escolas. Com uma linguagem leve e lúdica, a peça busca sensibilizar as crianças sobre sustentabilidade e a importância da coleta seletiva e separação do lixo.


Programação completa – Festival Cultural Europeu


Atrações musicais (12h a 17h30)

Classificação: Livre


12h – Lara Kadocza e o Harald Kugler (Alemanha)

13h – Concerto dos Oceanos (França, Bélgica, Alemanha, Eslovênia)

14h – Guitarrista PrimožŠukič (Eslovênia)

14h50 – Grupo Folclórico Polonês Wisła (Polônia)

15h40 – Cantor e compositor Valter Lobo (Portugal)

16h30 –Karmento e banda: Show “Alma, tierra y libertad” (Espanha)

17h30 – Midsummer (Suécia)


Lara Kadocsa / divulgação

Lara Kadocsa e Harald Kügler

Em seu show “Quando a língua dança”, a cantora Lara Kadocsa explora a sonoridade de diferentes línguas: alemão, português, inglês, espanhol e francês. Acompanhada do violonista Harald Kügler, o show em formato intimista voz e violão convida o público a observar, através de canções, o que a linguagem traz consigo para além daquilo que compreendemos racionalmente. O que você diz quando eu não te entendo? Como o tema das atividades da EUNIC Brasília este ano é ÁGUA, o repertório engloba também canções relacionadas a esta temática tão importante.


Concerto dos Oceanos / divulgação

Concerto dos Oceanos

“Mandalum e os feijões” é um grupo de músicos, cada um navegando em seu próprio repertório, ora clássico, ora rock, ora da worldmusic. No palco, une os a linguagem musical, assim como o desejo de compartilhar os valores de viver, tocar e cantar juntos. Cada um adere aos valores da fraternidade, da paz e da celebração. Tal como o princípio de desenvolvimento da mandala, cada concerto é único, construído sob medida e reunindo um grupo inédito, para dita ocasião. Esta partilha cênica musical assume, na maioria das vezes, a forma de um concerto, seguido regularmente por um baile tradicional, afim de tornar os espectadores atores da festa.


O conjunto artístico inclui músicos profissionais ou semi-profissionais de várias nacionalidades que preparam sistematicamente o evento com antecedência. Esta fase de preparação consiste num período de ensaio, de forma a fundir musicalmente as personalidades e completar este trabalho de coesão com pré-concertos (master class, encontros com alunos músicos ou serenatas para públicos deficientes).


PrimožSukič / divulgação

Guitarrista PrimožŠukič

PrimožSukič é um dos mais dedicados intérpretes de música nova e experimental da Eslovênia, guitarristas excepcionais, que atua como solista e no projeto The Third Guy. No projeto e como artista solo, Primož concentra-se na pesquisa artística baseada na composição de obras que exploram e confundem as fronteiras entre improvisação, algoritmos de computador programado e composição. Em seu primeiro disco solo apresenta versões focadas e dedicadas de composições de diversos outros artistas.


Gruop Wisla / divulgação

Grupo Folclórico Polonês Wisła

Fundado em 1928, o "Wisła" é um dos maiores representantes culturais poloneses no mundo. Com 95 anos de atuação, são inúmeras as participações em festivais no Brasil e exterior. Atualmente, o grupo conta com 170 integrantes ativos, distribuídos nas seguintes categorias: infantil, juvenil, adulto, sênior, master, coral e orquestra. Em julho de 2023 o "Wisła" estará em Tournêe pela Polônia e Lituânia apresentando o melhor da cultura polono-brasileira.


Valter Lobo / divulgação

Valter Lobo

Valter Lobo é um músico e autor português que tem ganho um número crescente de ouvintes e seguidores das suas canções em Portugal e no Brasil. O seu primeiro álbum, “Mediterrâneo”, uma edição de autor completamente independente, tem tido um efeito surpreendente na fidelização à sua música e poesia genuínas, bem a forma de se apresentar ao vivo, numa entrega total e abertura descomprometida com quem assiste. “Oeste”, “Quem me dera”, “Guarda-me esta noite” ou “O Governo não sabe nada do nosso amor” confirmam-no como um autor de referência no panorama independente que segue o seu trajeto sem pompa ou grande projeção midiática, adequado ao seu caráter discreto, como um segredo bem guardado, tal como este gosta de se sentir, mesmo já tendo partilhado palco com artistas como Glen Hansard ou Scott Matthew. Advogado de formação e trabalhando com os Direitos dos Artistas, lançou em 2021 seu segundo disco: “Primeira parte de um assalto”.


Karmento e banda / divulgação

Karmento e banda

No show da turnê “Alma, terra e liberdade”, serão apresentadas canções autorais dos dois álbuns de Karmento, com letras que retratam histórias atemporais que unem folclore, pop e a música tradicional espanhola. O estilo próprio de Karmento tem dado a ela destaque dentro e fora de seu país. Em janeiro deste ano, a cantora foi uma das finalistas com sua música ‘Quiero y duelo’, no BenidormFest 2023, concurso que garante uma vaga no aclamado festival Eurovision.



Programação infantil

Classificação: livre


11h30 - Teatro infantil

Grupo: Teatro do SLU nas Escolas

Peça: “Os Garizitos”

Duração: 30 minutos

Local: Tenda infantil


12h40 e 13h50 - Contação de histórias

Grupo: Os Buriti Teatro de Dança

Histórias:

• Pippi nos Mares do Sul – Ingrid Nyman (Suécia)

• A Menina do Mar – Sophia de Mello BreynerAndresen (Portugal)

• O Tubarão na Banheira – David Machado (Portugal)

• O Silêncio das Águas – José Saramago (Portugal)

Duração: 20 minutos

Local: Cortejo frente do palco para tenda infantil


Teatro SLU nas Escolas

Sabendo que a educação se constitui na mais poderosa de todas as ferramentas de intervenção no mundo para a construção de novos conceitos e, consequentemente, mudança de hábitos, o projeto “Teatro do SLU nas escolas” surge como uma iniciativa de conscientização sobre a importância de realizar a correta separação do lixo. A ideia é implementar essa consciência desde cedo, sendo a escola o ambiente mais propício para tal. Com uma linguagem de fácil entendimento, o projeto Teatro do SLU nas escolas, traz uma proposta de educação totalmente lúdica, de fácil compreensão, para estudantes da educação infantil aos anos iniciais do ensino fundamental.


Companhia Os Buriti

Criada em 1995, dedica-se a montar espetáculos para todas as idades fundindo diferentes linguagens artísticas. Fundada por Eliana Carneiro, a companhia é composta por sua filha Naira Carneiro e pelos músicos Daniel Pitanga, Jorge Brasil, André Togni, Carlos Frazão, Marília Carvalho e Diogo Vanelli. A Cia Os Buriti já montou 14 espetáculos autorais e também realiza projetos e pesquisas em arte educação. Sediado em Brasília, o grupo já se apresentou por diversas cidades brasileiras e também no exterior (Portugal, Espanha, Alemanha, França, Itália, Áustria, Grécia, Paraguai e Índia) participando de festivais e encontros de teatro, dança e música. A tônica do trabalho da Cia Os Buriti é o gesto e o movimento. Os espetáculos unem a força da cadência narrativa a uma fisicalidade que rompe barreiras entre o teatro e a dança. O intuito é despertar a imaginação de crianças, jovens e adultos por meio de histórias autorais baseadas na tradição popular de diferentes culturas. Outra característica do grupo é a pesquisa e a criação de trilhas sonoras originais executadas ao vivo.



Programação completa – Mostra de Cinema Europeu


Hilma / divulgação

10/5

18h30

Hilma [Hilma] (93 min; dir. Lasse Hallström; 2022; Suécia – Classificação 12 anos)


Criada e dirigida pelo indicado ao Oscar Lasse Hallström, esta é uma história sobre uma busca inabalável pela verdade sobre a humanidade e o universo em uma época em que os homens ditavam todas as regras. Hilma explora a vida enigmática de Hilma afKlint (1862-1944), cuja arte não convencional e altamente espiritual permaneceu bastante desconhecida por décadas. Hoje, afKlint é reconhecida como uma das primeiras artistas abstratas do mundo ocidental, uma conquista ainda mais impressionante pela cena artística dominada por homens que a cercava.


Erflogvoarus / divulgação

11/5

18h30

Erflogvoraus - Karl Schwanzer[Voando adiante] (74 min; dir. Dr. Max Gruber; 2022; Áustria – Classificação Livre)


O arquiteto austríaco Karl Schwanzer (1918-1975) já era considerado uma lenda em sua área durante sua vida – e hoje ele é mundialmente famoso sobretudo pela sede da BMW que ele projetou em Munique. O filme biográfico e semidocumentário de Max Gruber mostra Schwanzer como um pioneiro e visionário que entendeu a arquitetura como “poesia materializada” e como um instrumento para fazer as pessoas felizes. Nicholas Ofczarek faz o papel de Schwanzer e interpreta o arquiteto como uma personalidade deslumbrante e uma alma artística apaixonada.

Ailo / divulgação

20h00

Aïlo: une odysséeenLaponie [Ailo: a jornada de uma rena] (86 min; dir. Guillaume Maidatchevsky; 2018; França – Classificação 12 anos)


Siga a incrível odisseia de uma rena recém-nascida na Lapônia. Durante a migração de um ano, através de centenas de quilômetros, na imensidão congelada da taiga, pelas florestas aprisionadas no gelo, dos fiordes majestosos aos altos cumes, Ailo cruzará com raposas, lêmingues, linces, águias, carcajus, ursos, lobos, esquilos, alces e até arminhos… amigos e inimigos. Contando com a ajuda de sua mãe para escapar dos muitos predadores e perigos, o pequeno Ailo aprenderá a sobreviver e se tornar uma rena adulta.


Uma Caminhada Tão Longa / divulgação

12/5

18h30

Une silongue marche [Uma Caminhada tão longa] (62 min; dir. Dominique Loreau; 2022; Bélgica – Classificação Livre)


Este filme questiona o encontro conflituoso entre seres humanos e caranguejos chineses, que foram acidentalmente importados para a Europa do Norte e migram todos os anos para nossos rios e riachos poluídos. Tentando contornar os obstáculos criados pelos humanos, eles invadem pequenas cidades ou bloqueiam os filtros de uma usina nuclear.


Jezdeca/Riders - divulgação

20h00

Jezdeca/Riders

(110 min; dir. Dominik Mencej; 2022; Eslovênia – Classificação 16 anos)


Dois amigos de uma pequena vila transformam suas motocicletas em Choppers e embarcam em uma jornada, viajando por sonhos do passado e visões do futuro, em busca de liberdade e amor. Na estrada pela Eslovênia e Croácia, dois países recentemente separados da Iugoslávia, eles são acompanhados por uma jovem fugitiva com um passado misterioso e por um velho motociclista. Valores pessoais são testados e o livre arbítrio é questionado.


Ice Merchants / divulgação

13/5

15h

Ice Merchants (14 min; dir. João Gonzalez; 2022; Portugal – Classificação livre)


Um homem e o seu filho saltam de paraquedas todos os dias, da sua casa fria e vertiginosa presa no alto de um precipício, para se deslocarem à aldeia que se situa na planície abaixo, onde vendem o gelo que produzem durante a noite.


The Voyager / divulgação

The Voyager (5 min; dir. João Gonzalez; 2017; Portugal – Classificação 12 anos)


Um pianista vive numa grande cidade. Confortável na condição de anónimo, isolado da sociedade no seu apartamento num vulgar prédio-dormitório, padece de agorafobia, uma perturbação de ansiedade que o impede de confraternizar com pessoas em espaços públicos. Um dia, acabada a sua medicação, terá de sair à rua, enfrentando os seus medos mais irracionais, e tentando evitar o contato com outras pessoas. Aos poucos, o pianista percebe que não está completamente sozinho e que poderá vencer os seus medos. Esta animação de João Gonzalez aborda um problema social muito recorrente na sociedade moderna, reflexo de uma forma de vida cada vez mais individualizada e menos comunitária.


Nestor / divulgação

Nestor (6 min; dir. João Gonzalez; 2019; Portugal – Classificação 12 anos)


Nestor, um homem com vários comportamentos obsessivo-compulsivos, vive em uma casa flutuante instável que nunca para de oscilar.


Eu Não Quero Dançar / divulgação

17h30

I Don'tWanna Dance [Eu não quero dançar] (89 min; dir. Flynn Von Kleist; 2021; Países Baixos – Classificação 12 anos)


Um aspirante a dançarino adolescente se vê dividido entre sua mãe, cada vez mais destrutiva, e sua própria felicidade. I Don'tWanna Dance é um filme de drama holandês de 2021 dirigido por Flynn Von Kleist. O filme é baseado nas experiências da vida real do ator principal Yfendo van Praag.


Os Peppercorns e o Tesouro das profundezas do mar / divulgação

14/5

15h00

“Die Pfefferkörner” und der Schatz der Südsee [Os Peppercorns e o Tesouro das profundezas do mar] (94 min; dir. Christian Theede; 2020; Alemanha – Classificação 6 anos)


Os Peppercorns têm que lidar com uma máfia internacional do lixo, que não só continua suas maquinações sem ser perturbada, mas também quer pegar os valiosos resultados de pesquisa de uma bióloga marinha. Mas os criminosos fizeram as contas sem os jovens detetives!


Alcarrás / divulgação

17h30

Alcarràs [Alcarrás] (120 min; dir. Carla Simón; 2022; Espanha – Classificação 12 anos)


"Em uma pequena vila da Catalunha, os agricultores da família Solé passam todos os verões juntos colhendo frutas de seu pomar. Mas quando surgem planos para instalar painéis solares e cortar árvores, os membros desse grupo unido enfrentam repentinamente o despejo e a perda de muito mais do que sua casa."


Sobre o CCBB Brasília

O Centro Cultural Banco do Brasil Brasília foi inaugurado em 12 outubro de 2000, após uma grande reforma de adaptação do Edifício Tancredo Neves, com o objetivo de reunir em um só lugar todas as formas de demonstração de arte e criatividade possíveis, para levá-las ao público da capital.


O edifício Presidente Tancredo Neves faz parte de um conjunto de obras arquitetônicas assinadas por Oscar Niemeyer. Com o seu imenso projeto paisagístico, idealizado por Alda Rabello Cunha, o prédio conta com amplos espaços de convivência, café, restaurante, galerias, sala de cinema, teatro, salas multiuso, jardins e uma praça central para eventos abertos, onde são realizados shows, espetáculos e performances.


Festival Cultural Europeu

Local: CCBB Brasília

Data: 13 de maio de 2023

Horário: 11h a 18h

Local: CCBB Brasília

Classificação: consultar programação

Entrada gratuita, mediante emissão de ingresso no site www.bb.com.br/cultura ou na bilheteria do CCBB Brasília


19ª Mostra de Cinema Europeu

Data: 10 a 14 de maio de 2023

Local: CCBB Brasília

Horários:

– Sessões às 18h30 e 20h, entre 10 e 12 de maio

– Sessões às 15h e 17h30, nos dias 13 e 14 de maio (sábado e domingo)

Entrada gratuita, mediante emissão de ingresso no site www.bb.com.br/cultura ou na bilheteria do CCBB Brasília

Confira a classificação indicativa dos filmes e a programação completa em bb.com.br/cultura

Kommentarer


bottom of page