• Wiliam e o Mundo

Embaixada do Japão celebra 114 anos da imigração japonesa com o Projeto Limpa Brasília



Para celebrar os 114 anos da imigração japonesa no Brasil ocorrido neste sábado, a Embaixada do Japão organizou uma programação especial para o dia. Entre os eventos estava o Projeto Limpa Brasília, uma parceria entre a Embaixada e o JCI - Junior Chamber Internacional Brasília, cujo objetivo foi realizar uma ação de revitalização por meio da limpeza do espaço interno e dos arredores do Templo Shin Budista de Brasília.


Moradores, frequentadores do templo, comerciantes e a comunidade nikkei se reuniram para a ação. Para o Embaixador japonês, HAYASHI Teiji, a preservação do ambiente são valores muito importantes no cotidiano dos japoneses e da comunidade nikkei no Brasil.


Iluminação comemorativa no Eixo Monumental

Os prédios do Eixo Monumental de Brasília ganharam uma iluminação especial, no último sábado em comemoração ao Dia da Imigração Japonesa. O Museu Nacional, a Biblioteca Nacional e a Catedral foram coloridos de vermelho, em alusão à bandeira do Japão.


Sessões Especiais

Os 114 anos da Imigração Japonesa no Brasil foi tema de uma sessão solene na Câmara dos Deputados, no dia 14/6, às 10h, realizada por iniciativa do Deputado Federal Luis Nishimori, Presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Japão. A Câmara Legislativa do DF também realizou, no dia 13/6, às 19h, uma sessão solene em comemoração ao 65º ano da Imigração Japonesa no Distrito Federal, por iniciativa do Deputado Distrital Iolando.


Saiba mais

A imigração japonesa no Brasil tem como marco inicial a chegada do navio Kasato Maru, no Porto de Santos, no dia 18 de junho de 1908. Após uma viagem de 52 dias a partir de Kobe, a embarcação trouxe ao país os 781 primeiros imigrantes vinculados ao acordo imigratório estabelecido entre Brasil e Japão.


Os principais destinos desse e dos demais grupos de japoneses que chegariam ao país nos anos seguintes eram as fazendas e colônias agrícolas, inicialmente de São Paulo e Paraná. Ao longo do século, outras ondas migratórias levariam os nikkeis a outros territórios brasileiros, incluindo o interior do país e a região amazônica. Estima-se que mais de 2 milhões de japoneses e descendentes componham a comunidade nikkei no Brasil atualmente, aproximadamente 17 mil deles no DF.


Mais fotos do evento:


3 visualizações0 comentário