top of page
  • Wiliam e o Mundo

XIX edição do Festival Internacional de Poesia de Granada contará com a escritora Laura Esquivel

O encontro poético acontecerá de 17 a 21 de abril com uma programação intensa que incluirá também o poeta sírio Maram Al Masri, Luis Alberto de Cuenca, José María Merino, Luis Mateo Díez, Marwan, Juan Gómez-Jurado, Máximo Huerta e o ator e o escritor Pablo Rivero.

Foto: José Ángel Fiestas

Granada tem um novo encontro com a melhor poesia entre os dias 17 e 21 de abril com a celebração do XIX Festival Internacional de Poesia de Granada (FIP). Será uma edição muito especial já que a FIP segue a linha de contar com artistas do mundo da música com grande ligação com a poesia, como o cantor e compositor Joan Manuel Serrat, que se encarregará de encerrar o encontro com uma palestra no Palácio de Carlos V na sexta-feira, 21 de abril. No mesmo espaço, a escritora mexicana e Embaixadora do México no Brasil, Laura Esquivel, famosa autora de Como Água Para Chocolate, fará uma palestra na quinta-feira, 20 de abril.


O festival começará no dia 17 de abril com uma gala de poesia na Huerta de San Vicente que contará, entre outros, com a poetisa americana premiada com o Pulitzer Rita Dove, uma das mais importantes escritoras de poesia anglo-saxônica. Em 1993 ela foi nomeada Poeta Laureada dos Estados Unidos, o que lhe deu um papel proeminente como consultora da Biblioteca do Congresso, tornando-a a mais jovem autora naquela posição e a primeira pessoa de ascendência afro-americana a ocupá-la. A poetisa síria Maram Al Masri, uma das vozes femininas mais reconhecidas e cativantes da poesia árabe, também irá ler seus poemas naquela noite. Após sua leitura, uma palestra muito especial será proferida por José María Merino (Prêmio Nacional de Literatura Espanhola), Luis Mateo Díez (Prêmio Nacional de Literatura Espanhola) e Juan Pedro Aparicio (Prêmio Nadal). Sob o nome de El Filandón, os três escritores oferecerão uma apresentação ao vivo daqueles encontros noturnos, após o jantar, em que são contadas histórias em voz alta enquanto se trabalha em algum trabalho manual, uma tradição que ainda se mantém na província de León. A gala será concluída com um concerto em homenagem a Federico García Lorca pelo cantor-compositor e poeta Marwan.

Foto: José Ángel Fiestas

O Centro Federico García Lorca acolherá na terça-feira uma intensa programação que começará com um debate organizado em colaboração com Granada UNESCO Cidade da Literatura entre Noni Benegas, Olga Muñoz Carrasco e Viviana Paletta, após o qual haverá um recital de poesia de Khédija Gadoum (Tunísia), Jeannette L. Clariond (México), Lamiae El Amrani (Marrocos), Möez Majed (Tunísia) e Yang Lian (China). O dia terminará com uma entrevista ao escritor Máximo Huertas pelo codiretor do FIP Remedios Sánchez.


Dois dos protagonistas do evento da quarta-feira, 19 de abril, serão o ganhador do Prêmio Nacional de Poesia Luis Alberto de Cuenca, que realizará um colóquio-recital com o escritor argentino Alejandro Roemmers na Sala Máxima do Espaço V Centenário da Universidade de Granada. Anteriormente, no mesmo espaço, haverá uma conversa-recital de poesia jovem com Guillermo Marco Remón, Marina Casado e Andrés María García Cuevas e uma conversa sobre poéticas divergentes de Ángelo Néstore com Pilar Núñez. A conferência será concluída com uma entrevista com Juan Gómez-Jurado.


A Alhambra, especificamente o Palácio de Carlos V, será o palco da atividade marcada para quinta-feira, 20 de abril, com uma conversa da qual participarão Sergio del Molino, Mohamed El Morabet e Nadia Hafid, antes da palestra de Laura Esquivel.


O programa do festival para 2023 inclui poetas de uma dezena de países que desfilarão os seus versos ao longo da semana nas diferentes salas. No período da manhã, os atendimentos serão na Faculdade de Ciências da Educação. Algumas reuniões em que autores como Antonio Rodríguez Almodóvar, Joaquín Pérez Azaústre, Mar Benegas, Nerea Riesco, Javier Lostalé, Diego Vaya e o ator e escritor Pablo Rivero, conhecido por interpretar Toni Alcántara na série Cuéntame Cómo Pasó da Televisão Espanhola. Também nas sessões da manhã estarão presentes autores internacionais como a colombiana María Gómez Lara e o nicaraguense William Alexander González, recente ganhador do Prêmio Hiperión.


Outra novidade deste ano é a colaboração com a Delegação de Inovação Educativa, que vai realizar a sua Jornada de Bibliotecas Escolares integrada nas jornadas acadêmicas da FIP, reforçando a ligação entre a formação de docentes ativos com os que se preparam para o exercício da profissão em sala de aula da UGR.


Todas as atividades da FIP, dirigida por Remedios Sánchez e Daniel Rodríguez Moya, são gratuitas, como nas edições anteriores, mas os convites deverão ser obtidos através do site www.fipgranada.com a partir de quarta-feira, 12 de abril, enquanto durarem os estoques.



Comments


bottom of page